Menu fechado






Estar satisfeito com o desempenho sexual é um fator que influencia e muito na qualidade de vida das pessoas.

Embora falar de sexo esteja, aos poucos, deixando de ser um tabu, as disfunções relacionadas a ele continuam assombrando aqueles que sofrem desses males, sejam homens ou mulheres. A vergonha e até mesmo a falta de informação acabam inibindo aqueles que têm algum tipo de problema, que deixam de procurar ajuda especializada para melhorar a vida sexual. Além disso, a maioria dos tratamentos envolve medicação pesada com fortes efeitos colaterais e eficácia muito abaixo do desejado.

Por isso optar por métodos naturais é sem dúvida a melhor opção. Entre eles destaca-se a fisiosexologia: conjunto de técnicas que têm por objetivo harmonizar a função erótica, restabelecer e aumentar o rendimento sexual. O nome pode parecer complicado, mas o método é simples e traz resultados já nas primeiras seções com ausência total de medicamentos.

“O tratamento dura cerca de quatro meses e os resultados vêm antes do final dele, desde que o paciente tenha uma relação saudável com a parceira. No primeiro mês é realizado uma vez por semana em consultório e depois pode virar quinzenal ou mensal”, explica a fisioterapeuta Dra. Priscila Calil Hermann, da Perfecto Soluções em Sexualidade, que atua há 15 anos na área.

Na fisiosexologia a musculatura pélvica é trabalhada por meio de aparelhos e exercícios agindo diretamente na causa do problema, que é o sistema nervoso central, que passará a ser recondicionado para agir de acordo com o novo estímulo. Os homens, por exemplo, podem tratar com eficiência de 98% disfunção erétil e ejaculação precoce.

“A ejaculação precoce geralmente é primária, o paciente apresenta desde a sua primeira relação. Já a disfunção erétil pode ser adquirida e também sofre influência de algumas causas orgânicas como diabetes, problemas cardíacos, pressão alta e colesterol elevado”, esclarece Priscila. “Se não existe nenhum desses agravantes, geralmente em três sessões já começam a aparecer os resultados. É igual a andar de bicicleta, aprendeu não esquece mais”, compara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat